Evitando redigitação de senha colocando o comando su em background

Já acessou um servidor ssh com número limitado de logins e ficou o dia inteiro fazendo login e logout de contas como a do root por exemplo porque precisava retornar ao usuário comum para outros procedimentos? Pois seus problemas acabaram…

Basta colocar o su em background com o comando:

pkill -STOP -u $USER -t $(tty|sed 's|^/dev/||') -f -- -su

O comando pkill enviará um sinal STOP ao comando -su mas apenas do usuário corrente (-u $USER) e terminal corrente (-t $(tty|sed 's|^/dev/||')). Sem limitar o terminal corrente, o pkill suspenderá todos as sessões, isto quer dizer que se mais alguém estiver trabalhando com aquele usuário, naquele momento, terá sua sessão suspendida também…

Quando necessitar retornar à sessão, apenas faça:

bg

É a solução que uso a anos inclusive com múltiplos usuários. A única diferença é que, com múltiplos usuários, preciso consultar a tabelas de jobs do shell para saber qual número da sessão que devo passar como argumento para o comando bg, exemplo:

jobs
[1]  - suspended (signal)  su -
[2]  + suspended (signal)  su - tester

Neste exemplo tenho dois usuário, o root no job 1 e o tester no job 2, caso queira voltar a sessão do tester, devo fazer:

bg 2

E para suspendê-lo novamente, é suficiente reexecutar o pkill que estará no histórico de comandos pronto para reuso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s